segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Zeca Sereno (BLOG - Entrevista)


CPB: Nome e idade?

Sereno: José Roberto Marciano dos Santos, 28/02/1954.

CPB: Desde quando você compõe?

Sereno: Comecei em 1982 na SERES Unidos do Cabuçu, passei por Lins Imperial, Caprichosos de Pilares, Santa Cruz e Unidos da Tijuca.

CPB: Além de ter concorrido na PORTELA 2018, nos fale do seu atual momento!

Sereno:  Continuar compondo na PORTELA, sambas enredo, de quadra e de meio ano também.

CPB: Como Compositor da Escola de Oswaldo Cruz, como você vê o retorno da PORTELA ao seu devido lugar?

Sereno:  Merecido.

CPB:  Quais os seus planos em relação ao futuro como compositor?

Sereno: Sempre compondo na minha Escola do coração.

CPB: Participar do Concurso de Samba Enredo na PORTELA já é uma honra, visto que se fala da Ala Ary do Cavaco.  Diga-nos um pouco sobre tal responsabilidade!

Sereno:  Responsabilidade muito grande e prazeirosa.

CPB:  Qual(is) o(s) seu(s) ídolo(s), no Samba?

Sereno:  João Nogueira, Almir Guineto, Clara Nunes, Jovelina e outros mais.

CPB: Na definição de uma obra, quanto a elaboração como você se define?  Letra e/ou melodia?

Sereno: Letra.

CPB:  Atualmente, o que você, como compositor experiente, falaria aos jovens compositores?

Sereno:  Tanta coisas, até porque tenho 2 em casa que já estão compondo comigo.

CPB:  Você tem algum sonho?

Sereno:  Vários por exemplo ganhar outro, samba na PORTELA.

CPB: Como portelense, o que você espera da PORTELA em 2018?

Sereno:  A vigésima terceira estrela!


Desde já, agradecemos a sua participação!

PORTELA 2018 (Teste de som e luz)


PORTELA 2018 
- Teste de som e luz -
Dia:  04/02/2018
Local:  Sambódromo
Horário:  19h

Acervo Portelense (PORTELA 1982)